terça-feira, 31 de julho de 2012

Abigail- Sabedoria


 Vamos conhecer a história de Abigail, personagem bíblica que usaremos para falar da sabedoria. A história dela começa quando Davi, fugindo de seus perseguidores, estava no deserto de Parã. Havia naquela região um homem muito rico e poderoso chamado Nabal, que significa"tolo". Talvez esse não fosse seu verdadeiro nome, mas apenas um apelido que lhe foi dado em decorrência de suas atitudes, Contudo, ele tinha uma esposa bonita, inteligente e com um coração bondoso- Abigail.
 Davi ouviu dizer que Nabal estava tosquiando as ovelhas, e enviou dez dos homens que o acompanhavam para saudá-lo e lhe dizer que seus homens e os servos de Nabal haviam se tornado amigos e que aqueles protegiam a estes. Agora, Davi pedia em troca suprimento de comida. Nabal, porém, respondeu asperamente, dizendo ignorar quem era Davi, julgando-o um escravo fugitivo qualquer. Quando seus homens voltaram com o relato de como haviam sido recebidos, Davi irou-se grandemente e se preparou, com quatrocentos homens, para ir contra Nabal. A chacina era certa.
 Neste momento, um dos servos  de Nabal contou a Abigail o que havia acontecido. Antevendo os problemas decorrentes da ingratidão do marido, ela imediatamente providenciou comida o bastante para o grupo de Davi. Tomou alguns de seus servos e lhes ordenou que fossem adiante dela com o suprimento. No caminho ela encontrou Davi, prostou-se aos seus pés e lhe disse:
 "Meu senhor, a culpa é toda minha. Por favor, permite que tua serva te fale; ouve o que ela tem a dizer. Meu senhor, não dês atenção àquele homem mau. Nabal. Ele é insensato, conforme o significado de seu nome; e a insensatez o acompanha. Contudo, eu, tua serva, não vi os rapazes que meu senhor enviou. Agora, meu senhor, juro pelo nome do Senhor e por tua vida que foi o Senhor que te impediu de derramar sangue e de te vingares com tuas próprias mãos (...) Esquece, eu te suplico, a ofensa de tua serva." (1Sm 25. 24-31)
 Abigail fez um discurso longo, tomando a culpa sobre si a fim de alcançar favor de Davi. Isso foi muito sábio da parte dela, pois, desse modo, conseguiu abrandar a fúria do fugitivo rei de Israel para com sua casa. Davi a louvou por seu bom senso ao evitar o mal. Atendeu o pedido dela, desistindo de vingar-se de Nabal, e a enviou para casa em paz.
Que atitude sábia e pacificadora a dessa mulher! "Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus" (Mt 5.9). Em Tiago 1.5 aprendemos que a sabedoria vem de Deus, do alto. Esta é uma característica necessária a todos os que conhecem a Deus, é o que os fazem diferentes das demais pessoas. Isso faz a vida cristã brilhar.
A atitude de Abigail fez dela uma mulher vitoriosa, de sucesso. Há muitos momentos na vida em que temos a oportunidade de escolher reclamar e lamentar por causa das dificuldades ou caminhar e ir avante com uma atitude correta. Abigail tinha inúmeras razões para ficar amedrontada diante das circunstâncias, mas optou por agir.
 Ouça esse segredo: nem sempre você conseguirá fazer tudo, mas sempre tente fazer algo, mesmo que pequeno. Com certeza você não marcará a vida de todos mas poderá marcar a vida de algumas pessoas ao seu redor. Isso pode fazer toda a diferençaIsso é sabedoria em acão.
 O livro de provérbios reserva muitos trechos para exaltar a sabedoria: "A mulher exemplar é a coroa do seu marido, mas a de comportamento vergonhoso é como câncer em seus ossos." (12.4); "O homem é louvado segundo a sua sabedoriamas o que tem o coração perverso é desprezado" (12.8).
 Todos precisam de sabedoria, mas a bíblia enfatiza muito essa virtude na mulher. Por exemplo, em próverbios 14.1: " A mulher sábia edifica a sua casa, mas com as próprias mãos a insensata derruba a sua."  A bíblia também revela que o homem é o cabeça, a autoridade da casa, mas é a mulher sábia que a edifica e constrói.
 Em próverbios 31.26 lemos que a mulher exemplar fala com sabedoria e ensina com amor. Acredito que esse princípio faz muita diferença para um lar ser bem-sucedido. Quantos casamentos e relacionamentos são destruídos pelo falar demasiadamente de forma errada! Muitas vezes, pela amargura e falta de perdão com relação a entes queridos, muitas mulheres guardam em seus corações frases ditas por seus filhos ou atitudes de seus maridos.
 Pare de olhar o quanto você está ferida, olhe para quem pode curá-la. Saiba que pessoas feridas ferem outras, mas isso pode parar em você. A partir de hoje, mesmo que sofra com um marido como Nabal, Deus pode lhe dar toda a sabedoria para  você conduzir a situação em que se encontra e vencer.
 Deus está pronto para fazer de você uma mulher virtuosa, sábia e sensata como Abigail. Você está disposta?

Trechos extraídos do livro 10 A titudes de Uma mulher de Sucesso (Silvana Pereira)





domingo, 25 de setembro de 2011


                                       A Dinâmica do Amor


 
O amor é um sentimento que precisa ser cultivado, cuidado. Se o relacionamento anda monótono é preciso rever esse conceito. Você está tendo um relacionamento dinâmico ou estático? Vamos refletir:


... Façam tudo com amor... (1 Coríntios 16:14)
Se o seu casamento esfriou, foi porque você se esqueceu que o amor é dinâmico.
Se o marido não faz nada para expressar seu amor, ele pode ir diminuindo, diminuindo, até desaparecer! Você se lembra da primeira vez em que pegou na mão dela, no tempo de namoro? Lembra-se do seu primeiro beijo?
O período de namoro e noivado devem trazer à lembrança muitas coisas. O mesmo deve acontecer no casamento.
Nós maridos, precisamos parar de vez em quando e relembrar os momentos bonitos que tivemos com nossa mulher em tempos passados.
O amor é expressivo! E, às vezes, o nosso amor morre porque não fazemos nada. O amor é dinâmico e não estático. Ele é como uma planta que precisa ser cultivada.
A melhor maneira de deixar seu casamento esfriar e o amor morrer é não fazendo nada. Há muitos casos assim! Quando isto acontece, o casamento se tornar chato, monótono, cheio de conflitos e brigas.
O amor se expressa de maneiras práticas e, às vezes, pequenas, como uma palavra de elogio, um presentinho de aniversário, um bife do jeito que ele gosta etc.
Sem estas expressões pequenas no dia-a-dia, o relacionamento tende a esfriar.
Lembre-se que foi através da convivência de namoro e noivado que vocês dois ficaram apaixonados um pelo outro e desenvolveram o amor verdadeiro. O cultivo é essencial para a manutenção do amor!

PENSE NISSO:
A monotonia tomou conta de seu casamento? Esta tudo enfadonho e arrastado? Mexase,
dinamize seu relacionamento!

Por Jaime Kemp (Devocional para Casais, ed. Hagnos)

Que essa mensagem sirva para mexer com nossos relacionamentos. Vamos torná-los dinâmicos e nos apaixonar a cada dia, vamos regá-los para que assim perdurem. Um amor só vive quando ele é bem cuidado, quando ele é bem cultivado.

Comentem!! 

domingo, 14 de agosto de 2011

AMEI A JACÓ, PORÉM ODIEI A ESAÚ - C. H. SPURGEON

AMEI A JACÓ, PORÉM ODIEI A ESAÚ - C. H. SPURGEON


Como manter um relacionamento


Como manter um relacionamento




Siga esta ordem:
1. Tenha Deus em primeiro plano na sua vida. Sem Ele, é impossível ser feliz com outra pessoa. A verdade é que as pessoas não podem ser felizes com os outros, se não estão felizes com elas mesmas. E elas só podem ser felizes com elas mesmas, se Deus está no controle de suas vidas.

2. Pare de se concentrar em suas próprias necessidades e concentre-se mais nas dos outros. Uma vez que Deus está em primeiro plano em sua vida, isso acaba acontecendo naturalmente. Vários problemas de relacionamento nascem do egoísmo, remover isso da sua relação faz uma grande diferença. No entanto, isso também significa que você terá que sacrificar a sua vontade, a fim de fazer a de outras pessoas.

3. Seja prudente em seu discurso. As palavras são, muitas vezes, a principal razão pela qual uma relação se deteriora. Uma mãe sábia sabe exatamente quando e como falar com seu filho. Esse mesmo princípio se aplica a uma esposa sábia ao lidar com o seu marido.

4. Seja afetuosa. Hoje em dia, isso é quase inexistente, por isso, não é de se admirar o quão raro é, encontrar bons relacionamentos atualmente. Seja afetuosa, demonstre a sua afeição à pessoa amada diariamente, isso nunca é demais.

5. Não seja dependente dessa relação. Obsessão é algo bastante prejudicial aos relacionamentos. Certifique-se de que seu coração está voltado a Deus, pois, no caso de acontecer algo que venha comprometer o relacionamento, seu coração ainda estará a salvo e em boas mãos.
by Cristiane Cardoso

"O LAR SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS"


"O LAR SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS"

Embora o casamento tenha sido produzido no céu, o sucesso dele depende de nós, aqui na terra. É necessário um grande esforço por parte do marido e da esposa para que se possa apreciar o total potencial de felicidade contidos nos laços do matrimônio. Ambos devem estar conscientes de seu relacionamento diante de Deus, e desejosos de realizar aquilo que Deus quer que façam. Quando cada conjugue se mantém submisso a Seu plano, através do diligente esforço e cooperação mútua, o casamento pode trazer um pouquinho do céu na terra.
Reconhecendo a responsabilidade existente tanto na esposa quanto no esposo, estudaremos hoje a parte que nos compete neste assunto. Falaremos o que nós mulheres podemos fazer para transformar nossa casa, em um verdadeiro lar, conforme o desejo de nossa Pai Celestial.
SUBMISSÃO DA MULHER
Efésios 5:22-24, nos diz:
"Vós, mulheres, sujeitai-vos ( submissão), a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça, como também Cristo é a cabeça da Igreja, sendo Ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a Igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos."I Coríntios 11:3, nos diz:"Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça de toda mulher e Deus a cabeça de Cristo. "A palavra "cabeça" , que aparece nos dois versículos acima, certamente não transmite qualquer idéia de superioridade do homem sobre a mulher em qualidade pessoal, ser, ou natureza moral. Também não ensina que o homem seja superior à mulher como pessoa aos olhos de Deus. Pelo contrário, o foco da passagem está na função, dizendo respeito aos papéis no relacionamento entre homem e mulher; não indicando superioridade ou inferioridade. Se fosse assim quando o apóstolo Paulo disse que o cabeça de Cristo é Deus, estaria dizendo que Deus é superior a Cristo; o que sabemos não ser verdade. Eles são um, como vemos em João 10:30. A liderança de um homem sobre uma mulher na Bíblia tem relação com a autoridade funcional. Como necessidade prática para a disposição bem sucedida das questões humanas. O Senhor ordenou que a mulher seja submissa à autoridade do marido.
Dentre outras razões, em I Timóteo 2:13-14, vemos um exemplo pela qual Deus deu tal ordem:
"Porque primeiro foi formado Adão e depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher sendo enganada, caiu em transgressão." ( I Timóteo 2:13-14)O homem foi criado primeiro, depois a mulher. Como ser humano original, a ele foi outorgada a posição de liderança . Assim também foi Eva engana, e não Adão. Porém Eva estava, e portanto a mulher está, sob a autoridade do homem, e ambos sob autoridade de Deus.
Veja I Coríntios 11:11-12:
" Todavia, nem o homem é sem a mulher, nem a mulher sem o homem no Senhor. Porque, como a mulher provém do homem, assim também o homem provém da mulher, mas tudo vem de Deus."A ordem funcional existente entre marido e esposa tem um belo exemplo no relacionamento de Cristo com o Pai. Jesus disse: "o Pai é maior do que eu" (João 14:28). Ele também declarou: "Eu e o Pai somos um" (João 10:30). Mesmo que a esposa seja submissa ao marido, os dois são, todavia, "uma só carne".
O apóstolo Paulo indicou em Efésios 5:22, que esposas, ao se submeterem a seus maridos, devem fazê-lo "como ao Senhor"; como sendo um ato de obediência ao próprio Senhor. A esposa deve ver a submissão sob esta luz, pois desta maneira fica muito mais fácil para ela realizar o que é correto. Quando você perceber que está se sujeitando a seu marido "como ao Senhor", isto faz toda a diferença do mundo.
Assim como a Igreja deve estar em submissão ao Senhor, sua cabeça, as Escrituras ordenam que a esposa admita a liderança e submeta-se à autoridade do marido. Ela deve reconhecer sua liderança.
Não é necessário que isso se torne um problema. Absolutamente. Na verdade, fica fácil quando o marido faz a sua parte seguindo o exemplo dado em Efésios 5:25, amando sua esposa "como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela". Se o marido zelar e dar-se pela esposa como Cristo o fez, de maneira sacrificial e abnegada, ela não precisará ter qualquer receio em colocar-se em submissão a ele. Pelo contrário, terá a maior alegria em aceitar o papel designado a ela por Deus. Se ambos, marido e esposa, reconheceram e aceitarem a ordem divina, formaram um lar de transbordante alegria, agradável ao Senhor. O marido aceitará e assegurará uma autoridade com amor e a esposa se submeterá alegremente, conforme o intuito de Deus.
Veja o que Deus diz aos maridos:
"Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações." (I Pedro 3:7)
COMPROMETIMENTO PARA A VIDA TODA
Do dia do casamento em diante, na verdade, muito antes dele acontecer, o noivo e a noiva devem ter plena consciência da permanência dos laços do casamento. Devem ambos desejar honrar as exigências de um relacionamento para a vida toda. O próprio Senhor Jesus ensinou isso em Marcos 10:6-9, onde diz:
"Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. Por isso, deixará o homem a seu pai e sua mãe, e unir-se-á a sua mulher; E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." (Marcos 10:6-9)O próprio fato do casamento trazer este compromisso exige que façamos o melhor possível para fazê-lo funcionar bem e assegurar felicidade e satisfação plena aos envolvidos. Seria um tremendo desperdício duas pessoas passarem pela vida num relacionamento sem amor! Simplesmente tolerar um ao outro, conviver apenas por causa dos filhos não foi o que Deus pretendeu para o casamento. Ele não foi originado como penalidade, ou como alguns o vêem, uma "sentença de vida". É para toda a vida, com certeza, mas é algo para se aproveitar, não "suportar". Um casamento bem sucedido não acontece simplesmente. Ele exige uma devoção abnegada tanto por parte do marido como da esposa.
Nunca se esqueça de que nenhuma esposa deve estar tão ocupada ou interessada em sua vida social (trabalho, filhos, nem mesmo a igreja) que falhe em manter sua casa arrumada e limpa, em demonstrar interesse no trabalho do marido ou em ser amável e afetuosa. A esposa que muda de planos para atender ao marido está fazendo sua parte no "adocicar" do relacionamento. Sim, os casamentos são instituídos no céu, mas o trabalho de manutenção deles depende de nós!
DISCIPLINA FINANCEIRA
O marido e a esposa deve exercer uma mútua autodisciplina na área financeira. Devem ser abertos e honestos ao analisarem suas necessidades e vontades; discutindo calma e livremente as despesas propostas. Devem evitar pressionar indevidamente um ao outro insistindo em aquisições desnecessárias que irão levá-los ao sofrimento. Sobretudo, orem sinceramente e peçam orientação e direção do Senhor.
Assim, tendo isso em mente, peça a Deus que os ajude a demonstrar um controle apropriado na área de finanças da família. Lembre-se, como Jesus nos disse, "... a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui" (Lucas 12:15). Tenha cuidado em obedecer a admoestação bíblica de "...contentai-vos com as coisas que tendes." (Hebreus 13:5)
SEU COMPORTAMENTO
"Semelhantemente, vós mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra; Pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavras. O enfeite dela não seja exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus." (I Pedro 3:1,3,4).
O apóstolo Pedro, não estava dizendo que a mulher não deva se arrumar, cuidar de si, mas o ponto mais importante do que a atraente aparência física, exterior da esposa é a sua beleza espiritual interior. Esta deve ser a coroa da atração e não deve ser ofuscada por adornos externos.
A qualidade interior da alma deve ser o adorno da mulher cristã, mais do que a beleza exterior física ou material. Sua característica marcante deve ser sua natureza interior. Sua beleza física, mesmo que muito atraente, deve tornar-se opaca quando comparada a sua beleza espiritual.
COMUNICAÇÃO
É de suma importância a comunicação em seu lar. Começando pelos eventos do dia-a-dia.
Depois passando para seus sentimentos. Essa é a área do compartilhar. É a hora em que o marido e ou a esposa ousam se abrir, como a ninguém mais, na expressão de suas emoções: seus temores, suas alegrias, suas fraquezas e necessidades. Nesse ponto a confiança é de suma importância. Cada um deve ter a confiança do sigilo em relação ao que é falado. Também deve ter certeza de que haverá interesse genuíno, consideração e uma reação compreensiva ao que dirão um ao outro.
Infelizmente, por mais que lutamos contra isso, virão os tempos de conflitos, e o que fazer ! Ou, como agir ! Sábios são os casais que conseguem discutir seus problemas de maneira calma, controlada e aberta. A conservação de um bom casamento, entretanto, requer uma discussão razoável e de mente aberta sobre as diferenças, disposição em ser o menos importante, e desejo de fazer concessões em amor. Através da comunicação inteligente e do respeito pelas convicções e sentimentos da outra pessoa, o problema pode ser livremente discutido e resolvido, se é que havia um !!!!!
Irmã, nós devemos reconhecer a igualdade para a mulher, não só em sua criação e salvação, mas também em sua responsabilidade em obedecer a Deus. Ambos, homem e mulher, tem a responsabilidade de fazer a vontade do Senhor, e ambos sofrem as conseqüências de Seu julgamento pela falha em não fazê-lo.
Nunca se esqueça que ao homem foi dada a posição central, à nós a posição de suporte. Dele era, e é, a necessidade; nossa é o chamado para suprir essa necessidade. Nós somos as companheiras e auxiliadoras de nossos maridos. E juntos devemos honrar e obedecer ao Senhor.


O esboço deste Estudo foi por mim elaborado e apresentado na Primeira Igreja Batista Independente em Catanduva, interior de São Paulo, para as senhoras da mesma, tendo como base no livro "Como fazer de sua Casa um Lar", de Richard W. De Haan da Editora Imprensa Batista Regular. O conteúdo das argumentações foram extraídas do livro, com acréscimos de argumentos de minha própria autoria, assim como outras referências bíblicas, a fim de melhor adaptar o conteúdo do livro à forma de Palestra. 2003

Melhor Que Comprar Sapatos


Melhor do que Comprar Sapatos
Por favor, proceda com cautela!!!
Modo de usar: 
Tire esse salto alto, sente-se em sua poltrona preferida, relaxe e embarque nesta jornada.
Efeitos colaterais:
Você SERÁ uma pessoa melhor.
Aviso:
Se os sintomas persistirem, vá em frente e comemore! Mantenha longe do alcance de filhos e marido.
Apesar de não ser um livro sobre sapatos, a obra descreve habilidosamente preciosos valores, de um jeito simples de entender. Nenhuma área é esquecida, enquanto se fala sobre relacionamentos, casamento, filhos, trabalho, sentimentos de inadequação, mágoas, a pressão de estar sempre bela e manter a forma, ………. você pode preencher esta lacuna, é bem capaz de que o livro aborde também este assunto.